Conselheiro do CNJ faz palestra a magistrados da 15ª Região



Cerca de 50 juízes e desembargadores acompanharam a palestra do juiz do trabalho da 10ª Região Antonio Umberto de Souza Junior, membro do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), sobre o funcionamento da órgão, no último dia 22 de agosto, na sala anexa ao plenário do TRT-15. O evento foi organizado em parceria pela Amatra XV e pela Escola da Magistratura da 15a. Região.

Antonio Umberto iniciou a palestra mostrando um panorama geral sobre o cenário jurídico-institucional do Brasil, a partir da divisão do poder na Constituição de 1988. Falou também sobre o Judiciário como agência e como objeto de controle. Sobre este aspecto, citou os controles internos (sistema recursal, meios de impugnação, Corregedorias, Conselho da Justiça Federal, Conselho Superior da Justiça do Trabalho, além das ouvidorias) e externos (STF, CNJ, Ministério Público, mídia, opinião pública, tribunais de contas).

O conselheiro definiu como “enxutaâ€? a estrutura do CNJ, formado por ministros do STF, STJ e TST, desembargadores de TJ, TRF e TRT, juízes de direito, federal e do trabalho, membros do Ministério Público Federal e dos Estados, dois advogados indicados pela OAB e dois representantes do Congresso Nacional.
 
Sobre as competências do Conselho, Antonio Umberto falou sobre o poder normativo primário, o controle da administração dos tribunais, o controle disciplinar, a elaboração de relatórios estatísticos semestrais e também sobre a elaboração de relatório anual propositivo ao Congresso Nacional. Ele dividiu a história do CNJ em três fases. A primeira, de 2005 a 2006, foi de institucionalização e moralização. A segunda, de 2006 a 2008, foi a fase de informatização, conciliação e saneamento das promoções por merecimento. No período atual, que vai até 2010, ele afirmou que é a fase de planejamento estratégico e complementação da Reforma do Judiciário.

Para a presidente da Amatra XV, juíza Ana Paula Pellegrina Lockmann, a palestra trouxe a rara oportunidade para que juizes da 15a. Região esclarecessem dúvidas sobre as questões analisadas pelo CNJ diretamente com o conselheiro representante da Justiça do Trabalho de primeiro grau.



Publicado: 25/08/2008




MAPA DO SITE

AMATRA XV Transparência Informações Serviços Publicações
• Sobre
Diretoria Atual
Comissões
   Extraestatutárias

Galeria de Presidentes
• Magistrados
Estatuto
ESMAT 15 –
   Escola Associativa

• TJC –Trabalho, Justiça
   e Cidadania
Radar da Cidadania

• Atas
    •
    •
    •
    •





Calendário Institucional

Eventos

Notícias
• Associados
    •
    •
    •
• Arquivos de Decisões
    •
    •

Links Jurídicos
• Listas de Discussões
    •
    •


Webmail
Artigos Científicos
Jornal

Obras de Associados
Revista
TV AMATRA XV


Copyright © 1998~2018 • AMATRA 15 - Todos os direitos reservados
Rua Riachuelo, 473 conjs. 21 e 22 (Bosque) - CEP: 13015-320 - Campinas (SP) - Brasil
Fone: (19) 3251-9036 - E-mail: falecom@amatra15.org.br

Desenvolvido por