Paralisação na 15ª Região atinge 71% das varas do trabalho



A adesão dos magistrados do trabalho da 15ª Região ao Dia da Paralisação da Campanha de Valorização da Magistratura da União foi de 71%. Cerca de 115 varas do trabalhos tiveram audiências redesignadas no dia 30 de novembro, mas os juízes permaneceram nos locais de trabalho para atendimentos de urgência. A campanha, promovida pela Anamatra, Ajufe e Amatras de todo o País, é para defender direitos básicos da magistratura, o cumprimento da Constituição Federal e o fortalecimento e a independência do Judiciário.

A manifestação contou com ato público em Campinas em que estavam presentes cerca de 20 juízes. O presidente da Amatra XV, juiz Guilherme Guimarães Feliciano, o vice-presidente da entidade, juiz Alessandro Tristão, e o juiz da 1ª Vara de Família de Campinas e diretor do Fórum Central, Luiz Antônio Alves Torrano, representando a Associação dos Magistrados Brasileiros, comandaram o ato público no 15º andar do Fórum Trabalhista de Campinas.

A paralisação alcançou, no âmbito da Décima Quinta Região do Trabalho (primeiro grau), 71,60%, entre varas (153) e postos (09). Araçatuba foi o grande destaque: 100% de adesão à paralisação. São José do Rio Preto e São José dos Campos também foram destaques.

Em Campinas, no 15º andar do Fórum Trabalhista, reuniram-se em ato público cerca de vinte magistrados, entre juízes titulares e substitutos. Pela Associação dos Magistrados do Brasil (AMB) e Apamagis, estiveram também presentes juízes estaduais, em comitiva liderada pelo colega Luiz Antônio Alves Torrano, da 1ª Vara de Família de Campinas. O Presidente da Ajufesp foi convidado, mas não pôde comparecer.

Em Sorocaba, o ato público contou com grande rede de apoiamentos institucionais, sob as gestões do Diretor Regional Ronaldo Siandela. Além de associados da Amatra XV, participaram do ato o juiz federal Otávio Port (Diretor de Assuntos Jurídicos da AJUFESP), o procurador do Trabalho João Batista (representando a procuradora-chefe da PRT-15 e a ANPT), o promotor de justiça Renato Monteiro (representando a APMP) e o advogado Marcelo Mendes (representando a OAB-Sorocaba), além do apoio formal do juiz estadual Hugo Maranzano, representante da Apamagis, que não pôde estar presente. O Diretor Regional da Amatra e o Diretor de Assuntos Jurídicos da Ajufesp assinaram juntos comunicado à imprensa.

Na mídia, a Amatra XV ocupou diversos espaços. Estiveram presente ao ato público de Campinas a TV Bandeirantes e a Rádio CBN. Nos dias anteriores, a Diretoria concedeu entrevistas para a Rádio Band e para a EPTV. Em Rio Preto, obteve-se a cobertura da TV Record, com entrevista concedida pelo associado Carlos Escanfella. Em São José dos Campos, houve cobertura da TV Vanguarda (afiliada da Rede Globo), da TV Bandeirantes e do Jornal O Valeparaibano. O Presidente da Amatra XV publicou artigo no Consultor Jurídico, no próprio dia 30 de novembro, com boa repercussão junto ao público leitor. Por fim, o Correio Popular de Campinas publicou a "Carta da Magistratura Trabalhista à Nação", como matéria paga, tal qual sugerido em assembleia.


Publicado: 22/12/2011




MAPA DO SITE

AMATRA XV Transparência Informações Serviços Publicações
• Sobre
Diretoria Atual
Comissões
   Extraestatutárias

Galeria de Presidentes
• Magistrados
Estatuto
ESMAT 15 –
   Escola Associativa

• TJC –Trabalho, Justiça
   e Cidadania
Radar da Cidadania

• Atas
    •
    •
    •
    •





Calendário Institucional

Eventos

Notícias
• Associados
    •
    •
    •
• Arquivos de Decisões
    •
    •

Links Jurídicos
• Listas de Discussões
    •
    •


Webmail
Artigos Científicos
Jornal

Obras de Associados
Revista
TV AMATRA XV


Copyright © 1998~2018 • AMATRA 15 - Todos os direitos reservados
Rua Riachuelo, 473 conjs. 21 e 22 (Bosque) - CEP: 13015-320 - Campinas (SP) - Brasil
Fone: (19) 3251-9036 - E-mail: falecom@amatra15.org.br

Desenvolvido por