AMATRA XV nos Jogos Nacionais da ANAMATRA: Futebol Society

2015: Uma Odisseia na Vila Olímpica de Parahyba

Por Amauri Vieira Barbosa - Juiz Titular do Trabalho da 15ª Região

Cinco renhidos jogos no correr de três dias, a maioria deles pelejados sob o inclemente sol da Paraíba. E tudo com o peso de termos caído num autêntico "grupo da morte", já que composto por uma trinca de tradicionais finalistas de torneios anteriores. 

Este foi o pano de fundo de um dos mais memoráveis torneios de futebol disputados pela AMATRA XV. O ápice da fase de grupos, que nos rendeu o direito de passar para a fase semifinal, consistiu em vitória épica contra aqueles que se reconheciam como o bicho-papão da modalidade: A co-irmã  AMATRA de Santa Catarina. 

E porque uma odisseia não se verseja e não se duela senão a partir de componentes lendários, impõe contar que os jogos aconteceram no mesmo espaço onde 46 anos atrás foi gestada uma das mais belas páginas do futebol mundial: Assim é que, antes da construção da Vila Olímpica, aquele mesmo terreno no qual se deram as disputas abrigou o "Estádio Governador José Américo de Almeida", que foi palco do 999o gol de Pelé. Até aí morreu Neves, diriam alguns. Mas o que chama a atenção é que o time do Botafogo da Paraíba, sem nenhum decoro, vendo a possibilidade de cavar uma efeméride, amoleceu o jogo, criando todas as condições para que o milésimo gol acontecesse, artificialmente, em João Pessoa. Pelé e todo o time do Santos, assombrados com o convite para um desate farsesco da trajetória do maior artilheiro de todos os tempos, não  fizeram por menos: Simularam a contusão do goleiro Jair e...Pelé o substituiu, foi para o gol. Isso a partir dos 15 (quiiinzê!) minutos do segundo tempo, manobra que fez frustrar a tentativa de marmelada paraibana. 

História contada, importa dizer que todo o trabalho, luta e garra do time da AMATRA XV só não enredou na nossa qualificação para a disputa da grande final porque, bola correndo na semifinal, a dupla de árbitros ignorou um gol legítimo que fizemos contra a AMATRA das Minas Gerais.

O saldo que trazemos na bagagem, além do honroso quarto lugar no torneio, está no fato de termos contado com a notável contribuição de novos valores, com a juventude e o talento dos colegas recém-ingressados na magistratura, o que ilumina nosso caminho rumo a formação de uma equipe cada vez mais competitiva.  E digna de reconhecimento foi a receptividade e a confiança com que a nova safra foi recebida pelos mais antigos. 

De se exaltar, por demais, o clima de camaradagem que brotou da convivência e do compartilhamento de emoções assim tão caras. 

A demonstrar o grau de entrega e empenho dos atletas, podemos lembrar que os colegas Tiago Pita, no segundo jogo, e João Cilli, na semi-final, sofreram contusões que custaram àquele a imobilização de um dos  pés por 20 dias e a estecontusão na região lombar  que, embalde a preocupação no momento do jogo,  felizmente foi diagnosticada, já no hospital, como de "grau 1", no dizer do jargão médico-futebolístico. 

O time formou com: Renato Sant'Anna, Valdir Barbieri, João Cilli, Guilherme Filgueira, Welington Amadeu, Alexandre Muller, Rodarte, Pedro Henrique, Márcio Camelo e Guilherme Feliciano. Marcos Pôrto teve participação muito producente como técnico - se cuida Dunga! -, e ainda entrou nos jogos. Amauri ficou fora das quatro linhas e, mesmo não tendo sequer vestido o uniforme da nossa esquadra, foi expulso no jogo contra Santa Catarina, quando contribuiu arrastando o capitão dos barrigas-verde para o chuveiro.  Braguinha não arredou o pé da cancha um só momento, senão para acompanhar João Cilli, na ambulância, ao hospital.  Também compuseram nossa esquadra os colegas Tiago Pita e Jean Fábio, ambos da AMATRA do Ceará, que integraram (e se entregaram) a nossa equipe.



 




Publicado: 12/11/2015




MAPA DO SITE

AMATRA XV Transparência Informações Serviços Publicações
• Sobre
Diretoria Atual
Comissões
   Extraestatutárias

Galeria de Presidentes
• Magistrados
Estatuto
ESMAT 15 –
   Escola Associativa

• TJC –Trabalho, Justiça
   e Cidadania
Radar da Cidadania

• Atas
    •
    •
    •
    •





Calendário Institucional

Eventos

Notícias
• Associados
    •
    •
    •
• Arquivos de Decisões
    •
    •

Links Jurídicos
• Listas de Discussões
    •
    •


Webmail
Artigos Científicos
Jornal

Obras de Associados
Revista
TV AMATRA XV


Copyright © 1998~2018 • AMATRA 15 - Todos os direitos reservados
Rua Riachuelo, 473 conjs. 21 e 22 (Bosque) - CEP: 13015-320 - Campinas (SP) - Brasil
Fone: (19) 3251-9036 - E-mail: falecom@amatra15.org.br

Desenvolvido por