Reforma da Previdência: entidades apresentarão 16 emendas à PEC 287/2016

Objetivo é minimizar os efeitos negativos da proposta e até mesmo melhorar a condição de proteção social dos juízes e membros do MP

A ANAMATRA recebeu nesta terça-feira (31/01) diversas entidades da sociedade civil para discutir e aprovar as emendas que serão apresentadas ao texto da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 287/2016, que dispõe sobre a reforma da Previdência Social, inclusive no âmbito da Magistratura e do Ministério Público. O objetivo é encaminhar as sugestões aos membros da Comissão Especial da Reforma da Previdência na Câmara já no início dos trabalhos legislativos, agendados para o próximo dia 2 de fevereiro. A reunião foi aberta pela Presidente da ANAMATRA, Germano Siqueira, e coordenada na discussão das emendas pelo Vice-Presidente da ANAMATRA, Guilherme Feliciano, e contou ainda com a participação de dirigentes da ANAMATRA, das AMATRAS e da Frente Associativa da Magistratura e do Ministério Público (FRENTAS).

As entidades discutiram as propostas de emendas desenvolvidas pela Subcomissão Jurídica, formada na 2ª semana de janeiro, e capitaneadas pela ANAMATRA, e decidiram quais serão apresentadas à Comissão Especial e defendidas no Congresso Nacional. As emendas têm como objetivo minimizar os efeitos negativos da PEC em relação à sociedade civil e conquistar pontualmente melhoras para magistrados e membros do MP, como por exemplo o acréscimo de 17% sobre o tempo de serviço de juízes e procuradores admitidos antes da Emenda Constitucional nº 20.

Ao todo foram aprovadas 16 emendas para sanar diversas distorções da PEC que desfavorecem a população em geral e os servidores públicos em especial, como o corte etário aos 45/50 anos para o regime de transição, desconsiderando os direitos em formação; o fim da taxação de inativos; o fim da acumulação de aposentadorias e pensões; o fim do caráter público do Fundo de previdência complementar no serviço público (FUNPRESP); fim da aposentadoria especial; entre outros. As emendas serão oportunamente disponibilizadas para debate interno.

Nota pública - Também na ocasião foi lida proposta de nota pública, a ser divulgada em momento breve e de maneira conjunta pelas entidades, evidenciando os pontos que merecem reforma na PEC, bem como defendendo a manutenção de uma Previdência Social igualitária para toda a sociedade.

Também participaram da reunião o Diretor de Assuntos Legislativos, Luiz Colussi, a Diretora de Prerrogativas e Assuntos Jurídicos, Maria Rita Manzarra, a Diretora de Aposentados, Virgínia Bahia, além das presidentes das AMATRAS 1 (Clea Couto) e 10 (Rosarita Caron), as associações que compõem a FRENTAS: ANPT, ANPR, CONAMP, AMAGIS/DF, AJUFE, AMB e ANMPM e outras entidades associativas.

*Notícia originalmente publicada no site da ANAMATRA




Publicado: 02/02/2017



MAPA DO SITE

AMATRA XV Transparência Informações Serviços Publicações
• Sobre
Diretoria Atual
Comissões
   Extraestatutárias

Galeria de Presidentes
• Magistrados
Estatuto
ESMAT 15 –
   Escola Associativa

• TJC –Trabalho, Justiça
   e Cidadania
Radar da Cidadania

• Atas
    •
    •
    •
    •





Calendário Institucional

Eventos

Notícias
• Associados
    •
    •
    •
• Arquivos de Decisões
    •
    •

Links Jurídicos
• Listas de Discussões
    •
    •


Webmail
Artigos Científicos
Jornal

Obras de Associados
Revista
TV AMATRA XV


Copyright © 1998~2018 • AMATRA 15 - Todos os direitos reservados
Rua Riachuelo, 473 conjs. 21 e 22 (Bosque) - CEP: 13015-320 - Campinas (SP) - Brasil
Fone: (19) 3251-9036 - E-mail: falecom@amatra15.org.br

Desenvolvido por