Trabalho escravo: ANAMATRA adere ao Movimento Ação Integrada

Iniciativa tem como objetivo requalificar e reinserir no mercado de trabalho os resgatados do trabalho escravo

A ANAMATRA aderiu no dia 23 de janeiro, em solenidade ocorrida na Secretaria Nacional de Cidadania, em Brasília, ao Movimento Ação Integrada. A iniciativa tem como objetivo fortalecer e apoiar a implementação de iniciativas locais e regionais de ação integrada que promovam a inclusão socioeconômica de resgatados e vulneráveis ao trabalho escravo, além de suas famílias e comunidades.

O Movimento nasceu em 2009 a partir de uma iniciativa realizada em Mato Grosso destinada à qualificação e reinserção profissional de resgatados e vulneráveis ao trabalho escravo. O êxito do então projeto promoveu a extensão da iniciativa para outros estados por meio da criação do Movimento Ação Integrada em 2012, posteriormente ampliado em 2014 e 2015. 

“A escravidão moderna é fruto da pobreza e da concentração de riqueza. A sociedade está dividida em castas, e os mais humildes sequer se reconhecem como cidadãos detentores de direitos. As formas atuais de exploração vão do trabalho em condições análogas à escravidão à prostituição infantil, não raramente por determinação dos próprios pais", pontuou o Diretor de Assuntos Legislativos da ANAMATRA, Paulo Boal, que representou a entidade no ato. "A pobreza epidêmica que vemos hoje é quase uma marca genética, em que os menos favorecidos não encontram mecanismos básicos de sobrevivência digna, sujeitando-se a uma situação jurídica absurda, que é a possibilidade da reincidência exploratória".

Nesse sentido, o Diretor da ANAMATRA falou da importância do Movimento para a inserção dos egressos do trabalho escravo na condição de cidadania plena. “Precisamos que esse trabalhador se reconheça como um sujeito de direitos. Sem isso nós não progrediremos. É essa genética de pobreza que precisamos combater,” defendeu.

Na solenidade, que marcou o relançamento do Movimento, também aderiu à iniciativa a Defensoria Público que, assim como a ANAMATRA, une-se a parceiros como o Tribunal Superior do Trabalho (TST), o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), os Ministérios Públicos Federal e do Trabalho, o Ministério do Trabalho, o Ministério dos Direitos Humanos e o Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho (SINATI).

*Notícia originalmente publicada no site da ANAMATRA.




Publicado: 29/01/2018



MAPA DO SITE

AMATRA XV Transparência Informações Serviços Publicações
• Sobre
Diretoria Atual
Comissões
   Extraestatutárias

Galeria de Presidentes
• Magistrados
Estatuto
ESMAT 15 –
   Escola Associativa

• TJC –Trabalho, Justiça
   e Cidadania
Radar da Cidadania

• Atas
    •
    •
    •
    •





Calendário Institucional

Eventos

Notícias
• Associados
    •
    •
    •
• Arquivos de Decisões
    •
    •

Links Jurídicos
• Listas de Discussões
    •
    •


Webmail
Artigos Científicos
Jornal

Obras de Associados
Revista
TV AMATRA XV


Copyright © 1998~2018 • AMATRA 15 - Todos os direitos reservados
Rua Riachuelo, 473 conjs. 21 e 22 (Bosque) - CEP: 13015-320 - Campinas (SP) - Brasil
Fone: (19) 3251-9036 - E-mail: falecom@amatra15.org.br

Desenvolvido por