Parlamentares destacam atuação da ANAMATRA em defesa dos direitos sociais e da independência da Magistratura

Deputados e senadores destacam importância da Agenda Político-Institucional para os trabalhos legislativos

A importância da Agenda Político-Institucional da ANAMATRA 2018 para guiar os trabalhos no Congresso foi destacada pelos parlamentares que prestigiaram o lançamento da publicação, ocorrida no dia 20 de março, na Câmara dos Deputados. (Clique aqui e saiba mais sobre o lançamento).

Em suas intervenções, os parlamentares destacaram, em especial, o posicionamento da entidade contra a reforma trabalhista, a terceirização e defesa da independência da Magistratura, agradecendo a parceria da Associação na colaboração com os trabalhos legislativos.

Confira as declarações dos parlamentares:

Senador Paulo Paim (PT/RS):

“A ANAMATRA se fez presente em todos os momentos que precisamos, nós, o povo brasileiro. A entidade, quando da discussão da terceirização, esteve em todos os Estados e, quando coube a mim o relatório da Reforma Trabalhista, foi a ANAMATRA, junto com outras entidades, que esteve lá presente. A ANAMATRA representa para mim aquelas pessoas que fazem o bem sem olhar a quem. Que bom que no mundo existem pessoas iguais a vocês!”

Deputado Afonso Mota (PDT/RS):

“Tudo que tem acontecido mais recentemente, com relação ao processo de regulação, sem dúvida nenhuma, tem atentado contra as relações sociais, ferindo, de forma mortal, os princípios universais. Estamos diante de princípios universais a serem desmerecidos e precarizados, por isso a Magistratura brasileira tem um papel muito importante e relevante na resistência”.

Deputado capitão Augusto (PR/SP):

“Eu tenho a bandeira da questão da segurança pública, sou presidente da Comissão de Segurança da Câmara e, obviamente, temos mais dificuldade em entender a complexa legislação trabalhista no Brasil. Dependemos de orientações como esta apresentada agora pela ANAMATRA”.

Deputado Lincoln Portela (PR/MG):

“A ANAMATRA é vencedora de desafios, ela não tem medo de desafios. Por quantas limitações vocês passaram para poder lutar, árdua e bravamente, contra esse monstrengo que foi apresentado para a nação brasileira O povo brasileiro é um povo bom e que não merece ser escravizado, que sabe resistir. O povo brasileiro se faz representar aqui, não apenas pelos parlamentares, mas por aqueles que estão preocupados com o povo brasileiro, assim como a ANAMATRA. O tempo, por certo, haverá de mostrar os equívocos e os erros cometidos, desde a terceirização até a malfadada reforma trabalhista que nos foi imposta”.

Deputado Orlando Silva (PCdoB/SP):

“Tive o privilégio de, no último ano, presidir a Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público e tive na ANAMATRA uma parceria muito importante. Em muitos temas para além da reforma trabalhista, a ANAMATRA foi decisiva com a argumentos, informações e posicionamentos que iluminaram o trabalho da Comissão. Infelizmente, vivemos tempos mais de sombras do que de luzes na política brasileira, mas quero crer que iniciativas como esta podem servir de referência para que possamos ter uma agenda de desenvolvimento nacional. Sou absolutamente solidário com a Justiça do Trabalho, que não foi criada por acaso e corresponde a uma necessidade de um país que tem a história e a realidade do Brasil.  A ANAMATRA tem um papel muito grande na colaboração com a superação das desigualdades no Brasil”.

Deputado Vicente Cândido (PT/SP):

“A agenda ajuda a organizar nossas vidas aqui no Parlamento. Por ela já dá para saber as prioridades, é um guia para aqueles que querem ajudar a Justiça do Trabalho. Quero também registrar o árduo trabalho de convencimento e de postura diante da reforma trabalhista, onde a ANAMATRA foi um escudo muito importante para a sociedade brasileira e para os trabalhadores”.

Deputado Vicentinho (PT/SP):

“A ANAMATRA tem sido grande parceira da dignidade humana aqui nessa casa. Ela esteve presente aqui quando se tratou da ameaça e da real retirada dos direitos dos trabalhadores. Acompanhei a discussão e lutamos contra o rebaixamento das diretrizes dos direitos dos trabalhadores na questão da terceirização, e também no projeto que eu chamo de deforma trabalhista, entre outras propostas que foram discutidas”.

Deputado Wadih Damous (PT/RJ):

“A agenda demonstra a preocupação da entidade com a excelência da sua representação e de dialogar com outros setores da sociedade, como é o caso do Parlamento brasileiro. Da ANAMATRA e das AMATRAS tenho a memória recente da luta contra a reforma trabalhista. Foi muito importante e corajosa a atitude e o posicionamento da grande maioria da Magistratura do Trabalho contra essa investida contra o mundo do trabalho e o Direito do Trabalho. O que acontece no Parlamento é algo muito preocupante e pode levar a classe trabalhadora brasileira aos primórdios do século XX e ao fim do Direito do Trabalho. Vimos aqui, nos poucos debates que houve, as investidas também contra a Justiça do Trabalho. A nossa presença aqui é também para nos solidarizar com a Justiça do Trabalho, com o mundo do trabalho e com as associações trabalhistas, na figura da ANAMATRA”.

Clique aqui e confira o álbum de fotos do lançamento

Clique aqui e confira a íntegra da Agenda


*Notícia originalmente publicada no site da ANAMATRA.




Publicado: 22/03/2018



MAPA DO SITE

AMATRA XV Transparência Informações Serviços Publicações
• Sobre
Diretoria Atual
Comissões
   Extraestatutárias

Galeria de Presidentes
• Magistrados
Estatuto
ESMAT 15 –
   Escola Associativa

• TJC –Trabalho, Justiça
   e Cidadania
Radar da Cidadania

• Atas
    •
    •
    •
    •





Calendário Institucional

Eventos

Notícias
• Associados
    •
    •
    •
• Arquivos de Decisões
    •
    •

Links Jurídicos
• Listas de Discussões
    •
    •


Webmail
Artigos Científicos
Jornal

Obras de Associados
Revista
TV AMATRA XV


Copyright © 1998~2018 • AMATRA 15 - Todos os direitos reservados
Rua Riachuelo, 473 conjs. 21 e 22 (Bosque) - CEP: 13015-320 - Campinas (SP) - Brasil
Fone: (19) 3251-9036 - E-mail: falecom@amatra15.org.br

Desenvolvido por