Juízes Clóvis Victório Junior, novo titular da VT de Andradina, e Cléa Ribeiro, oriunda do TRT-2, tomam posse

Os desembargadores José Otávio de Souza Ferreira e Samuel Hugo Lima, o juiz Clóvis Victório Junior, o desembargador Fernando da Silva Borges, a juíza Cléa Ribeiro e o desembargador Lorival Ferreira dos Santos

Tomaram posse na manhã desta segunda-feira, 11/6, no Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região, os juízes Clóvis Victório Junior, que assume, por promoção por antiguidade, como titular da Vara do Trabalho de Andradina, e Cléa Ribeiro, como juíza substituta, oriunda do TRT-2 (SP), em virtude de permuta com a juíza Mônica Muniz Barretto Volasco Foschi.

A cerimônia de posse, no Gabinete da Presidência, foi conduzida pelo presidente da Corte, desembargador Fernando da Silva Borges, e reuniu, entre outros, os desembargadores Samuel Hugo Lima, corregedor da 15ª, Manoel Carlos Toledo Filho, diretor da Escola Judicial, Lorival Ferreira dos Santos, presidente do Regional no biênio 2014-2016, e José Otávio de Souza Ferreira. Também prestigiaram a posse dos novos magistrados a Juíza Patrícia Maeda, vice-presidente da Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho da 15ª Região (AMATRA XV), representando no ato a presidência da entidade, os juízes auxiliares Levi Rosa Tomé e Alessandro Tristão (Presidência), Mauro César Luna Rossi (Vice-Presidência Administrativa), Lúcia Zimmermann (Corregedoria), e a titular da VT de Dracena, Suzeline Longhi Nunes de Oliveira. O secretário-geral, Evandro Luiz Michelon, e o diretor-geral da 15ª, Adlei Cristian Carvalho Pereira Schlosser, também prestigiaram os empossandos, além de familiares, amigos e servidores.{

O presidente Fernando Borges destacou os doze anos do juiz Clóvis Victório Júnior como substituto na 15ª (empossado em 10/2/2006), e afirmou que essa "experiência o credencia para a função de titular da Vara do Trabalho de Andradina".

Com relação à juíza Cléa Ribeiro, o presidente ressaltou o período em que ela atuou como servidora do Regional, na VT de Bragança Paulista, e os quatro anos como juíza substituta no TRT-2 (SP), mas o presidente destacou, principalmente, o fato de a nova magistrada "voltar para sua região, perto da família", fator fundamental de bem-estar e desenvolvimento pessoal e profissional.

O presidente também lembrou os tempos atuais, especialmente difíceis para a Justiça do Trabalho, com turbulências socioeconômicas e até jurídicas, e reafirmou o papel ideal dos juízes do trabalho, que segundo o presidente deve ser de serenidade e equilíbrio na composição dos litígio.

A vice-presidente da AMATRA XV, juíza Patrícia Maeda, cumprimentou os novos empossados e, para o juiz Clóvis, ela afirmou ser um "dia feliz que coroa uma trajetória rica e comprometida com a Justiça do Trabalho". Já para a juíza Cléa, ela desejou "felicidade e realizações", além de oferecer apoio da instituição que representa.

Os novos magistrados



O juiz Clóvis Victório Júnior, natural de Araçatuba (SP), formou-se em Direito pela Faculdade de Direito do Centro Universitário Toledo de Araçatuba, em 14/8/1992, e desde 2006 atua como magistrado no TRT-15. Atualmente, é o coordenador do Centro Judiciário de Métodos Consensuais de Solução de Disputas (Cejusc) de Araçatuba.

Em seu discurso, o magistrado lembrou que sua posse hoje representa "um ciclo que se encerra e outro que se inicia, de muito aprendizado" e agradeceu, particularmente, ao desembargador Lorival Ferreira dos Santos, que esteve presente em diferentes momentos de sua vida, como professor na universidade, examinador na banca do exame oral para magistratura e, já como juiz substituto na 15ª, recebeu do desembargador, então presidente do Regional, a incumbência de coordenar o Cejusc de Araçatuba. O novo juiz afirmou também que espera fazer de seu trabalho um "motivo de alegria para Deus e para os seus irmãos".

A juíza Cléa Ribeiro é natural de São Caetano do Sul (SP). Graduou-se em Direito pela Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo, em 28/1/2010. Fez pós-graduação "lato sensu" em Direito do Trabalho e Processual do Trabalho pela Escola Paulista de Direito, em 15/10/2012. Exerceu o cargo de analista judiciário do TRT-15 de 18/5/2010 a 9/2/2014, quando tomou posse como juíza substituta do TRT-2 (SP).

Em seu discurso, a nova magistrada agradeceu a oportunidade de atuar como servidora na Vara do Trabalho de Bragança Paulista, onde foi assistente do juiz Wilson Pocidonio da Silva (que se aposentou no mês passado), responsável, segundo ela, por despertar seu interesse pela magistratura. A juíza Cléa, que veio acompanhada da mãe, do marido e da filha Letícia, de 45 dias, também afirmou estar muito feliz pela nova conquista em sua vida e agradeceu o apoio de todos, especialmente da família.





*Notícia orginalmente publicada no site do TRT-15, por Ademar Lopes Junior




Publicado: 12/06/2018



MAPA DO SITE

AMATRA XV Transparência Informações Serviços Publicações
• Sobre
Diretoria Atual
Comissões
   Extraestatutárias

Galeria de Presidentes
• Magistrados
Estatuto
ESMAT 15 –
   Escola Associativa

• TJC –Trabalho, Justiça
   e Cidadania
Radar da Cidadania

• Atas
    •
    •
    •
    •





Calendário Institucional

Eventos

Notícias
• Associados
    •
    •
    •
• Arquivos de Decisões
    •
    •

Links Jurídicos
• Listas de Discussões
    •
    •


Webmail
Artigos Científicos
Jornal

Obras de Associados
Revista
TV AMATRA XV


Copyright © 1998~2018 • AMATRA 15 - Todos os direitos reservados
Rua Riachuelo, 473 conjs. 21 e 22 (Bosque) - CEP: 13015-320 - Campinas (SP) - Brasil
Fone: (19) 3251-9036 - E-mail: falecom@amatra15.org.br

Desenvolvido por